Resenha: Jogos Vorazes - Saga Jogos Vorazes #1

Autor(a): Suzanne Collins
Editora: Rocco
Ano: 2010
Número de páginas: 400
Flores de Lótus: OMG PERFEITO!
Sinopse:

Após o fim da América do Norte, uma nova nação chamada Panem surge. Formada por doze distritos, é comandada com mão de ferro pela Capital. Uma das formas com que demonstram seu poder sobre o resto do carente país é com Jogos Vorazes, uma competição anual transmitida ao vivo pela televisão, em que um garoto e uma garota de doze a dezoito anos de cada distrito são selecionados e obrigados a lutar até a morte! Para evitar que sua irmã seja a mais nova vítima do programa, Katniss se oferece para participar em seu lugar. Vinda do empobrecido distrito 12, ela sabe como sobreviver em um ambiente hostil. Peeta, um garoto que ajudou sua família no passado, também foi selecionado. Caso vença, terá fama e fortuna. Se perder, morre. Mas para ganhar a competição, será preciso muito mais do que habilidade. Até onde Katniss estará disposta a ir para ser vitoriosa nos Jogos Vorazes?


O livro vai nos levar a um mundo distópico, onde houve a destruição da América do Norte. Com essa destruição se formou uma nova região chamada Panem, lá existe uma capital e nesse lugar é onde se localiza toda a riqueza e todo o poder. Essa capital é rodeada por  12 distritos, que vivem na miséria e na pobreza. Existia anteriormente um 13° distrito, porém o mesmo quis se rebelar contra seus superiores, porém logo foi extinto, afinal a capital tem recursos exorbitantes para acabar com qualquer um.

Para mostrar sua superioridade em relação aos outros distritos e evitar novas rebeliões, a capital criou os ''Jogos Vorazes''. Funcionava assim: Cada distrito ofereceria 2 tributos - um homem e uma mulher - que iriam adentrar numa arena, para lutar até a morte, até que apenas um sobreviva. A escolha dos tributos de dava por um sorteio em que quanto mais perto de 18 anos a pessoa estivesse, mais chances de ser escolhido ela tinha.




O livro vai nos apresentar a Katniss Everdeen, uma menina de 16 anos que nasceu no distrito 12 e morava com sua mãe e com sua irmã mais nova, Prim. Eles viviam uma vida muito árdua, e as coisas ficaram ainda mais difíceis depois da morte do pai dela.

Quando o homem da casa morreu, a mãe de Katniss ficou depressiva e não dava atenção a sua família, com isso Katniss acaba por tomar conta de tudo na casa. Para garantir a alimentação de todos, a garota caçava na floresta próxima do distrito ilegalmente. As caças se realizavam com seu melhor amigo Gale. Os dois se ajudavam na tarefa de montar arapucas paras os animais e depois de caçados eles eram trocados junto a outros comerciantes locais, e assim eles iam vivendo. Até que chega o dia da colheita - o dia de escolher os tributos.




“E que a sorte esteja sempre ao seu favor”

Prim, a irmã mais nova de Katniss, estava muito tensa e com medo de ser escolhida para os jogos, afinal com 12 anos ela já tinha chancas de ser escolhida, porém essas chances eram escassas porque o nome da garota só apareceria uma vez no sorteio. As pessoas do distrito se dirigem a praça central para a realização do sorteio e todos são obrigados a ir. Chegando lá eles fazem uma especie de identificação e se organizar em grupos: homens, mulheres, adultos e crianças. Então o mais inesperado acontece, o primeiro nome chamado é o de: PRIM.
''Em algum ligar distante, consigo ouvir a multidão murmurando com tristeza, como sempre acontece quando alguém de doze anos é escolhido, porque ninguém acha isso justo.''
Katniss ao mesmo tempo que fica em choque com o acontecido, atua rapidamente para tentar não deixar sua irmã ser levada aos jogos, porém a única solução existente era a que ela fez. Ela se ofereceu como voluntária para ir no lugar de Prim lutar até a morte nos jogos. Em seguida é sorteado o companheiro masculino que irá acompanhar Katniss nos Jogos, Peeta, o filho do padeiro do distrito foi o escolhido. Os dois meio que já se conheciam na infância, apesar de nunca terem muito contato.

''E que comecem os Jogos''
O que falar desse livro? Me apaixonei desda primeira página! A narrativa da Susane é simplesmente fantástica, envolvente e que fluí de uma forma notável ao longo das páginas. Ela não nos deixa perder de maneira nenhuma qualquer detalhe do livro.
Os personagens e o ambiente caótico em que a estória se passa são super bem construídos e estruturados. Tudo fica muito bem explicado, desde o ''Porque?'' dos Jogos Vorazes, como a explicação de todos os eventos que deram origem a Panem. E o que falar de Panem? A ideia da autora foi simplesmente fantástica e inovadora. Ela aborda as inter-relações entre todos os 12 distritos e a capital de forma impecável! Pesquisando soube que a autora se inspirou nos jogos de gladiadores para construir os Jogos Vorazes.

A diagramação do livro não deixa a desejar. Páginas com folhas amareladas - finalmente Rocco - porém com uma qualidade um pouquinho inferior, e isso faz com que o livro de 400 páginas pareça um de 300. A fonte é razoável e a correção do livro está excelente.O livro é dividido em 3 partes, são elas:'Os Tributos', 'Os Jogos' e 'O Vitorioso'


Sangrento, selvagem, inovador e apaixonante, 'Jogos Vorazes' é um dos meus livros favoritos.



Quote mais Top do livro:

“Então, aprendi a segurar a minha língua e mudar minhas feições para uma máscara de indiferença para que ninguém pudesse jamais ler meus pensamentos.''

“- Não sei bem como dizer isso. É que… quero morrer como eu mesmo. Isso faz algum sentido? – pergunta ele. Balanço a cabeça. Como ele poderia morrer a não ser como ele mesmo? – Não quero que eles mudem meu jeito de ser na arena. Não quero ser transformado em algum tipo de mostro que sei que não sou.”