A Maldição do Tigre, da Colleen Houck.

Autor(a): Collen Houck
Editora: Arqueiro
Ano: 2011
Número de páginas: 351
Flores de Lótus:   BOM +
Sinopse: 
Kelsey Hayes perdeu os pais recentemente e precisa arranjar um emprego para custear a faculdade. Contratada por um circo, ela é arrebatada pela principal atração: um lindo tigre branco. Kelsey sente uma forte conexão com o misterioso animal de olhos azuis e, tocada por sua solidão, passa a maior parte do seu tempo livre ao lado dele. O que a jovem órfã ainda não sabe é que seu tigre Ren é na verdade Alagan Dhiren Rajaram, um príncipe indiano que foi amaldiçoado por um mago há mais de 300 anos, e que ela pode ser a única pessoa capaz de ajudá-lo a quebrar esse feitiço. Determinada a devolver a Ren sua humanidade, Kelsey embarca em uma perigosa jornada pela Índia, onde enfrenta forças sombrias, criaturas imortais e mundos místicos, tentando decifrar uma antiga profecia. Ao mesmo tempo, se apaixona perdidamente tanto pelo tigre quanto pelo homem.

O livro vai nos apresentar a história da Kelsey, uma menina de 17 anos, que perdeu seus pais recentemente. Ela vai à busca de um emprego para poder custear sua faculdade, então acaba por ser contratada para trabalhar num circo. O grande circo Maurizio tem como uma das principais atrações o grande tigre branco chamado Ren. Kelsey desde a primeira vez que entrou em contato com o tigre, estranhamente possuía uma conexão com o felino. E essa conexão faz com que o tigre sempre a obedeça e respeite.


Aproveitando o tempo livre entre suas atividades no circo, Kelsey passava o tempo conversando com o animal, lendo e até mesmo desenhando o felino, com seus grandes olhos azuis. Depois de alguns dias de atividade, o circo recebe a visita de um homem que se não só se interessa por Ren, como acaba por compra-lo. 


Tudo acontece muito repentinamente e Kelsey fica triste por achar que nunca mais vai entrar em contato com seu grande felino, porém um fato curioso ocorre. O Sr. Kadan – o comprador de Ren – convida Kelsey para acompanhar Ren até seu destino, uma reserva florestal na Índia, oferecendo a ela uma boa quantia em dinheiro. 

Depois de aceitar o pedido do Sr. Kadan, ela embarca numa viagem a índia e descobre não só que Ren na verdade é um príncipe indiano amaldiçoado a mais de 300 anos, mas também que só ela pode salvá-lo quebrando a maldição. A partir daí, os dois partem em busca de pistas, desvendando códigos, revelando mistérios e tudo isso balançado com um romance que se desenvolve ao longo da trama.

***
Os seres mitológicos indianos – Deuses, crenças, lendas... – são muito bem explicados pelos personagens. Falando em índia, a autora conseguiu repassar todo o universo da história, pois ela sabe realizar uma boa descrição. O livro é bom, porém alguns pontos me incomodaram um pouquinho. O romance desenvolvido pela autora foi bem forçado, a escrita não é das melhores. Não que o problema maior foi o romance, mas sim, a protagonista a Kelsey. Tinha alguns momentos que ela merecia levar alguns puxões de cabelo e ums tapas, porque ela é muito criança se tratando de relacionamentos. Mas esses pontos podem ser superados com um grande suspense e uma grande aventura que são presentes no livro.







O que mais me instigou foi o passado do Ren e de seu irmão Kishan. O que aconteceu com eles no anteriormente a maldição é bem forte e tira o fôlego do leitor saber o que pode vir a acontecer com o passar do tempo. O final do livro deixou um MEGA cliffhanger para às próximas continuações que já foram lançadas pela editora Arqueiro. \o/ 

A edição do livro está fantastica, pois o mesmo possuí folhas amareladas, uma diagramação bacana e uma capa maravilindaEu recomendo a leitura do livro de olhos fechados, tenho certeza de que todos vão amar o universo da índia e vão se adentrar numa maravilhosa jornada de amor, mistério e fantasia.
Nota: O livro foi cedido pela editora Arqueiro para resenha.